Stanley Park, Deep Cove e Lynn Cannon #05

Estrada-céu-stanley-park

Caminho para o firmamento, Stanley Park

Stanley Park,  Deep Cove e Lynn Cannon são os três principais parques de Vancouver e região e, em qualquer um deles, é possível se deliciar com suas vistas formidáveis, fazer longas caminhadas e/ou observar animais nativos. Para quem desconfia de mim,  pode conferir os cenários de qualquer filme ou série gravados aqui (e se vocês não sabem, a cidade é um grande polo cinematográfico, tá). Tem X-Men, Once Upon a Time, Rambo, Efeito Borboleta, Eu Robô, Arquivo-X, Watchmen, Bates Motel, O Dia que a Terra Parou, …  

Desculpa, mas se nenhuma dessas referências estão na sua bagagem cultural, olhe com carinho para  à passarela do Stanley Park. Juro que enquanto eu caminhava, pensava estar indo em direção ao infinito. O horizonte se perdia e tudo que via era uma linha indefinida. Não existiam sons bruscos e a doce melodia do mar era a única condição constante. Foi um daqueles momentos em que eu me perguntava: O que eu significo nesse mundo tão vasto? Porque, no fim, eu me sentia um nada perto da magnificência da natureza.

 

 

 

 

 

Lógico que eu estava deslumbrado por esse lugar e cheguei a usar um dos adjetivos mais floreados que conheço. Não é por menos! Me encantei e fotografei milhares de cenas (para ser sincero, foram só essas mesmo). Essas três fotos fazem (p)arte de uma série que batizei de “Onde estão os pássaros”. A maior (e do gavião) tem como legenda a seguinte frase:

“Ahh a natureza… E eu querendo aprender a causar como esse gavião. Ele passou mais de 15 minutos boiando no mar e parecia estar machucado, enquanto se aproximava da areia. Os visitantes preocupados chegaram até a chamar os guardas florestais. No fim, ele só tinha capturado um peixe e estava esperando seu lanchinho desistir de lutar. Até que na hora certa, a ave saiu da água e alçou seu voo para bem longe do nosso alvoroço”.

 

 

 

 

 

Quando penso na natureza daqui, chego a seguinte conclusão: Tudo é muito descomunal, vasto e desmedido. Outro passeio foi o Deep Cove. Para se ter uma ideia ele é uma Baía da Guanabara sem poluição, com águas realmente cristalinas. É nessas horas que bate um pouco o complexo de vira-lata e me pergunto o porquê de não se fazer do Brasil paraísos iguais a esse.

Antes de entrar na praia (eu, aqui, no verão, estou sempre nadando no Oceano Pacífico), recomendo algumas das trilhas dessa região. Quando se chega ao topo, a vista é soberba e sobre elas não temos fotos. Tô querendo estimular a imaginação de vocês e quem sabe o desejo de conhecer Vancouver. Na verdade, acabei me concentrando tanto na minha experiência e em aproveitar o instante presente que esqueci de fotografar.

Aliás esse esquecimento se tornou constante em Vancouver. Normalmente, tiro muitas fotos e adoro fotografar. Lógico que não vivi como se estivesse sem celular na época das cavernas, mas preferi minha espontaneidade. Algo como um Carpe Diem e meu On The Road às avessas #JackKerouacTeam .

 

O último dos parques é o Lynn Cannon e pra esse acredito que meu vídeo é bem mais eficiente que qualquer uma das minhas historinhas e meus adjetivos. Tem ponte suspensa (pequena, mas tá valendo), tem trilhas rocambolescas, tem cachoeiras bárbaras (com pessoas pulando delas) e tem paisagens estonteantes. Naqueles momentos de solidão antes de dormir, vale a pena se imaginar num lugar desses e se conectar com o que há de mais profundo em você.

P.S.1: Há boatos sobre uma outra região ainda mais maravilhosa,  Whistler. Pessoas muito viajadas me disseram que esse foi o lugar mais bonito do mundo em que esteve. Uma pena que só soube disso tarde demais e não terei tempo de conhecer, mas #FicaADica. Pelo Instagram mesmo tudo parece vertiginoso.

P.S.2: Para quem achou minha escrita muito afetada, faz favor de aprender todos os meus adjetivos unusuais e começar a usar também. Estou numa vibe José de Alencar ♦

Um comentário sobre “Stanley Park, Deep Cove e Lynn Cannon #05

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s